slider-1.png
  • Mr.Blue

2 Em 1





Só queria voltar a comer manga,

Limpando a boca na manga.

Quando o maior medo era ser suspenso,

E passava a tarde na árvore suspenso.


Subia sempre aquele morro,

No meio pensava: “Hoje eu morro”.

Saía de costume cedo,

Mas à preguiça rotineiramente eu cedo.


“Filho! O lixo para fora leve”,

“Claro mãe, ele está até leve”.

Ouvindo música no caminho,

Com passos suaves eu caminho.


Das piadas nas aulas eu rio,

Pensando em tomar um banho de rio.

Aí como tenho saudade daquele verão,

Aquele beleza um dia será que verão?


Coveiros da alegria eles são,

Num hospício apenas um homem são.

Ainda sinto o gosto,

Do beijo da pessoa que eu gosto.


O lápis vou apontando,

As nuvens no céu apontando.

Beco, esquina e canto,

Em cada cruzada eu canto.


Em pleno desenvolvimento das faculdades,

Longe dos planos está a faculdade.

Dos prédios e asfalto será que me livro?

Viajando em penas e livros.


Tomando banho de mangueira,

Subir naquela enorme mangueira.

Mas amanhã temos contas a prestar,

Acho que esse final não vai prestar.

4 comentários