slider-1.png
  • Davi Eler

A Tempestade


Na tempestade tu estás.

A tempestade em ti estás.

A tempestade tu criaste.

E a ela tu dizes aquietaste.


Vento e chuva fazendo minhas pernas

Vacilarem.

Ondas e trovões fazendo meus braços

Despencarem.


Será que tu senhor, não si importa

Se eu vivo ou morro?

Na tempestade tu estás.

A tempestade em ti estás.

A tempestade tu criaste.

E a ela tu dizes aquietaste.

As ondas grandes tiram o barco do meu controlar.

Contra as forças do mar eu não posso mais lutar.

E porque tu Cristo, continua a dormir?


Na tempestade tu estás.

A tempestade em ti estás.

A tempestade tu criaste.

E a ela tu dizes aquietaste.

Filho eu tirei seu controle do mar,

Pra você ver que a tempestade,

Obedece o meu falar,

Eu a enviei para ti mostrar,

Que na verdade,

Nada sai do meu controlar.


Na tempestade tu estás.

A tempestade em ti estás.

A tempestade tu criaste.

E a ela tu dizes aquietaste.