slider-1.png
  • Shock Wave News

Antes de mudar o mundo, mude a você mesmo

Por http://leaocatolico.blogspot.com


As tentativas humanas de fazer "um mundo melhor" provocaram morte e destruição por onde passaram, como foi o caso da Revolução Francesa. Seu lema aparente era “liberdade, igualdade e fraternidade”, na prática, foi “nós vamos enforcar o último rei nas tripas do último padre”. Tudo o que o homem tem buscado nos últimos séculos, foi se afastar de Deus.


O ímpeto da juventude de hoje é mudar o mundo, sabe-se lá porquê. Sobretudo na adolescência, é natural querer de todo modo se encaixar socialmente, se envolver em movimentos políticos “da moda” é uma das opções. Hoje em dia, os jovens protestam contra tudo. Tudo uma grande perca de tempo alimentada por filosofias dos últimos 500 anos que só trouxeram perdição ao mundo.


Hoje quero falar sobre algo muito mais importante do que mudar o mundo, mudar a parcela do mundo que realmente lhe cabe, VOCÊ MESMO. O mundo será um pouco melhor quando você parar com seus textões de Face book e fizer alguma coisa concreta, não para o exterior, mas para si. O maior problema do homem moderno, é querer resolver o problema da fome na África diretamente do seu confortável quarto onde parece um leão feroz, discutindo política por trás do computador, (até mesmo por um perfil fake). Dentre as formas de acabar com os problemas do mundo, está, é claro, combater diariamente (no Face book), a figura (facista-nazista) do presidente da República (golpista de 1889) Federativa (Da PQP) do Brasil, de nome impronunciável por quem queira manter sua integridade física, evitando assim levar facadas de militantes histéricos. Não esqueça de chamar de fascista qualquer um que discorde de você, mesmo que você não saiba o que é fascismo.


Em nenhum momento, essa molecada sonha em tirar a bunda do sofá, fechar a aba anônima do PC e fazer algo concreto. É mais confortável ficar no computador (entre uma série e outra) criticando o capitalismo (enquanto bebe sua Coca e come seu Big Mac), criticar o sistema responsável por todo o avanço tecnológico que temos hoje, e que tirou mais pobres da miséria do que qualquer outra iniciativa ao longo da história. Aliás, tirou também os ricos da miséria, pois antigamente, os mais nobres não tinham os privilégios que muitos tem hoje nos lugares mais periféricos, como saneamento básico, ou internet. AGRADEÇA AO CAPITALISMO (E esfregue isso na cara do seu amigo esquerdista).


Com muito esforço, conseguimos mudar a nós mesmos, e dessa forma fazer algum bem ao mundo. Comece arrumando a cama, lavando a sua louça. Quem sabe arrumar um emprego, dirigir um Uber, fazer umas entregas no Rappi ou só sair de casa e ir correr uns 5 KM. Quando você se transformar em uma pessoa de alta performance, você será capaz de fazer o bem por todos que cruzarem o seu caminho, até por quem te fizer mal. Sua relação com o transcendente será tão boa que você será um verdadeiro mensageiro de Deus na terra.


O principal é entendermos que o mundo está decaído, e que sempre foi assim, e não é você que nasceu depois dos anos 1990 ou 2000 que vai mudar isso. A cabecinha dos “jovens dinâmicos” está cheia de promessas de um mundo melhor, saídas de algum escritório da KGB na Rússia.


A mentalidade revolucionária, é alimentada pela falta de proporção de uma juventude de cabeça maleável, capaz de se deixar levar por ideias de mundo melhor como Eva foi levada à Maça. Mas, se pondo no seu lugar, você consegue perceber o quão pequeno você é, e poderá entender que sua parcela de contribuição será ínfima e será conseguida com muitíssimo esforço (como esse palhaço escrevendo pra tentar colocar juízo na cabeça dessa garotada).


A melhor forma de melhorar o mundo, dentro de nossas capacidades, é mudando a nós mesmos, isso é o centro da presente reflexão, mude uma parcela do mundo, você. Leia mais livros, sobre opiniões diversas, seja mais sábio. Acima de tudo, sábio nas coisas do alto. Essa é a única parte que te compete, ser uma pessoa melhor, essa será sua parcela de melhora do mundo. Deixe os presidentes governarem, os capitalistas trabalharem e os socialistas usarem seus Iphones. No fim, o que vai importar é o que você fez neste mundo. “Como foi a tua vida, assim será a tua eternidade”.