• Evandro Pontes

ANVISA manda suspender testes com Vachina


A ANVISA determinou a suspensão dos testes da Vachina por conta de um óbito ocorrido durante esses testes, dos quais não temos notícia alguma.


Até ai, quem acompanha jornal vai dizer que esta notícia está atrasada em relação aos demais meios.


Mas o que não vejo os demais meios falarem, esta nota vai lhe trazer com exclusividade. De nada.


1. FALTA DE TRANSPARÊNCIA


Os testes não têm a menor transparência. Não há informações disponíveis sobre o seu andamento, as fases, o que está sendo feito e os resultados parciais. Por se tratar de um procedimento de saúde pública que mexe com a vida das pessoas e usa milhões de recursos públicos que já foram empenhados para a aquisição dessa merda, a falta de transparência é uma violação de probidade administrativa muito grave.


Nada, rigorosamente nada vem sendo feito para se exigir transparência desses procedimentos de testes. Os encarregados precisam ser trazidos À RESPONSABILIDADE.


2. PROBIDADE ADMINISTRATIVA


O governador João Dória Jr. é uma das figuras mais notórias onde uma ESCOLHA foi feita. Dória não escolheu uma cura, ele escolheu UMA VACINA, de determinada marca e procedência.


Dória obviamente feriu o princípio da impessoalidade. Além disso, é necessário se investigar se houve ou não, nesse procedimento de escolha, a violação de regras que podem desaguar em crime de advocacia administrativa.


Depois da declaração da ANVISA muita gente correu ao twitter para falar o que todo mundo já sabe; mas as mesmas pessoas, que diga-se de passagem estão investidas de poder parlamentar, não correram nos lugares corretos e mais óbvios: no Judiciário, na Polícia, no Ministério Público e até na própria Casa Parlamentar que integram, para buscar abrir uma CPI, ou artrcular no grupo de zap das "molieres deputags", visando ao menos uma moçãozinha de repúdio. Nada. Desta vez nem mesmo uma hashtag.


Deputados querem fazer o meu trabalho, que é informar vocês e cobram de nós o que é trabalho deles: agir. Foram eleitos para isso e usam as verbas para tuitar e comer no Coco Bambu 3 vezes ao dia. São, ao meu ver, cúmplices do Dória nesse crime que já trouxe DIRETAMENTE um cadáver na conta do Governo de SP.


Não podemos nos esquecer que antes da ANVISA falar qualquer coisa ou mesmo antes dos testes terem se iniciado, Dória abiscoitou de Pazzuelo uma fortuna para a compra dessa merda em forma de vacina.


Bolsonaro fez Pazzuelo voltar atrás e Dória, como menino birrento, manobrou para que fossem usados recursos do erário paulista para comprar milhões de lotes de doses dessa merda.


Se Dória tem que ser NECESSARIAMENTE TRAZIDO À RESPONSABILIDADE, o que falar de Pazzuelo? Esse é o próximo tópico.


3. IMPRUDÊNCIA


O Ministro da Saúde quando se comprometeu com essa merda antes mesmo que a ANVISA se manifestasse sobre o tema, não só traiu o chefe em termos políticos. Pazzuelo não só cometeu um erro técnico e não apenas colocou deliberadamente a saúde de todos em risco - o Ministro também praticou ato de improbidade administrativa e foi co-autor de uma medida que cuida da violação inquestionável do princípio da impessoalidade, com necessidade de se investigar se o uso dos recursos que foram por ele prometidos envolvem algo maior como advocacia administrativa.


Pazzuelo precisa ser demitido sumariamente.


Do contrário, Bolsonaro manterá na Esplanada um Ministro que apoiou uma vacina que já trouxe a óbito ao menos um brasileiro. Pazzuelo precisa ser TRAZIDO À RESPONSABILIDADE.


Demita esse incompetente, Bolsonaro. Ou a incompetência dele vai cair no seu colo.


Adicionar um título (1).png

© 2020 by  ShockWave Radio.

Faça parte de nossa Newsletter e receba as últimas notícias do Brasil e do Mundo