• Davi Eler

As Funções Masculinas E Femininas


A nossa sociedade atual não consegue compreender que homens e mulheres têm funções diferentes, mas isso não significa que um é superior ao outro, obviamente. Para dar um exemplo: a submissão feminina e a autoridade masculina foram totalmente perdidas após a ruptura com a tradição na revolução francesa.


A submissão feminina significa que a mulher deve reconhecer a autoridade e liderança masculina em casa, esse conceito cristão está explicitamente exposto no capítulo 5 da carta de Paulo aos Efésios. Porém no processo de destruição do legado dos antigos, o entendimento desta submissão cristã foi perdido, e hoje ela é colocada como escravidão ao marido, sendo que na verdade, ela esta ligada ao respeito e amor que a mulher sente pelo seu esposo. Ela escolhe respeitar as decisões e a liderança dele, mas ela também o ajuda a tomar esses caminhos se tornando a ajudadora que a Bíblia diz que ela deve ser.


E a autoridade masculina diz respeito ao homem amar e respeitar sua esposa, e por isso ele quer protege-la, pois ele sabe que não há nada mais valioso para ele no mundo (depois de Deus óbvio). O homem recebeu do Senhor uma missão extremamente importante, de proteger sua esposa e suprir a casa, e nós temos em nossas costas o peso dessa responsabilidade. Qualquer tipo de coisa que aconteça de errado em casa é culpa do homem, pois ele é o responsável e o líder da família. Por exemplo: Eva come o fruto primeiro e ainda seduz Adão para pecar também, porém Paulo diz que o culpado pela queda da humanidade é Adão e não Eva, pois a responsabilidade é do homem e não da mulher.


Outro problema em relação as funções masculinas e femininas é na questão da obrigação feminina em cuidar da casa, e a obrigação masculina em prover o lar e proteger a família.


A mulher tem o dever de cuidar do lar, e eu digo isso pois, até o momento em que resolvemos romper com nossas tradições isso era normal. Passamos MILHARES de anos com este sistema funcionando bem, mas as pessoas resolveram falar: “Ah, quero mudar, só porque eu estou afim”. Por qual motivo mudar uma cultura que funcionou bem durante milhares de anos? Eu não entendo essa necessidade de destruir um sistema que venceu vários testes de erro e acerto, e venceu o tempo. Além de que está intrínseco na natureza feminina. Se formos perceber como a mulher se sente satisfeita ao cuidar da casa, vemos que isso é inerente a ela. Obviamente temos as exceções, mas via de regra, mulheres que não foram deturpadas pela mentalidade iluminista, adoram cuidar de sua casa, de seus maridos e de seus filhos.


E a mesma coisa acontece com os homens em relação a sua função de proteger e prover para o lar. Assim como a autoridade masculina foi deturpada em autoritarismo ou bananismo, esse mesmo evento ocorreu com o papel do homem em proteger seu lar e trazer comida pra casa. É obrigação do homem sair de casa às 5 da manhã, pegar um ônibus lotado com gente fedendo indo em pé, ficar aguentando colegas de trabalho que falam mal pelas costas e o boicotam de todas as formas e ainda um chefe que o humilha. Tudo isso para colocar comida na mesa de sua casa, e proteger sua família. É o homem que deve suprir e proteger seu lar.


Nós homens devemos ser brutos, devemos ser uma rocha, uma fortaleza, e até mesmo agressivos. Mas devemos ser assim com quem ofende e agride nossa família, e não com as pessoas que vivem em nosso lar. O homem deve proteger de forma bruta e irremediável a sua família.


Obviamente temos momentos de exceção. Então caso você homem veja que sua mulher está muito cansada, que ela está estressada e está sofrendo com um serviço pesado no lar, temos o dever de pelo menos por amor, ajuda-las. Não custa nada lavar umas vasilhas ou até mesmo o banheiro por amor à sua esposa, pode ser feito até mesmo como um agrado para ela. E caso a família esteja em um momento de dificuldade financeira, é válido que a mulher dê algum suporte temporário para ajudar a sustentar o lar.


A conclusão deste artigo então é: nós homens e as mulheres temos que retornar as nossas funções naturais e cristãs, de autoridade masculina e submissão feminina, o dever do homem em proteger e suprir e o dever da mulher em cuidar do lar, de seu marido e dos seus filhos. E esses princípios foram perdidos quando os franceses iluministas decidiram romper totalmente com nossas tradições, costumes e o legado dos antigos. Então vamos retornar aos ensinamentos cristãos antigos, e fugir desses novos conceitos que não funcionam e produziram uma sociedade com homens afeminados e mulheres masculinizadas.


Fiquem com Deus e até a próxima.

Adicionar um título (1).png

© 2020 by  ShockWave Radio.

Faça parte de nossa Newsletter e receba as últimas notícias do Brasil e do Mundo