slider-1.png
  • F. Wronski

BLACK LIST | 10 filmes sobre viagem no tempo - parte 01


Sexta feira é dia de Black List e hoje preparamos uma lista especial pra vocês. Dez filmes sobre viagem no tempo parte 01. Sim, parte um, porque é impossível fazer uma lista com apenas dez filmes. Desde criança a temática me fascina, indiferente do gênero do filme, tem viagem no tempo "tô dentro". A ordem dos filmes está aleatória, não quer dizer que o primeiro é melhor que último. Todos os filmes listados são filmes que gostei muito e merecem nossa homenagem. Chega de conversa fiada e vamos ao que interessa. Deixe seu comentário se já assistiu algum ou todos, e se gostou e qual.


01. Efeito Borboleta (Butterfly Effect, 2004)


Ashton Kutcher é um estudante de psicologia que sofreu diversos traumas de infância e descobre ter o poder de viajar no tempo ao ler o seu antigo diário. Ao tentar “consertar” o passado, cria situações catastróficas no futuro. Um filme muito criativo que aborda o tema de viagem no tempo e toda as mudanças que a mesma possa causar no presente ou futuro.




02. Feitiço do Tempo (Groundhog Day, 1993)


O comediante Bill Murray é um repórter meteorológico mal-humorado que viaja até uma pequena cidadezinha do interior para cobrir “O Dia da Marmota”, um evento local. Mas algo mágico acontece e ele fica preso no tempo, repetindo sempre o mesmo dia. Sem pretensões (será?), o diretor Harold Ramis criou uma obra sensível, engraçada e cheia de mensagens subliminares.




03. Crimes do Tempo (Los Cronocrímenes, 2007)


Surpreendente filme espanhol onde sujeito entra acidentalmente em uma estranha máquina, descobre que regressou uma hora e meia no tempo e que deve ajudar seu “eu” passado a refazer seus passos, caso contrário, será apagado da existência. Ao tentar reparar as coisas, ele acaba danificando ainda mais a linha temporal com resultados desastrosos.




04. Primer (Primer, 2004)


Em Primer, quatro amigos vão fundo em uma invenção científica e acabam acidentalmente criando uma máquina do tempo. Escrito e dirigido por Shane Carruth, que tem formação em matemática, Primer não é um filme fácil em termos de ciência e ainda se aprofunda em gêneros como drama e suspense. O filme é conhecido pelo seu baixíssimo orçamento, US$ 7 mil, o que é um valor quase inacreditável quando se trata de sci-fi e significa que muita criatividade foi usada para a realização de Primer. Isso, somado à repercussão do filme, que chegou a ganhar o Grande Prêmio do Júri no Festival de Sundance em 2004, transformou Primer em um verdadeiro clássico cult.


05. 12 Macacos (Twelve Monkeys, 1995)


E se pudéssemos voltar no tempo e evitar milhares de mortes? Na trama de 12 Macacos, James Cole (Willis), viaja ao passado para rastrear a origem de um vírus e evitar que este dizime a população do planeta no futuro. Dirigido por Terry Gilliam, membro do Monty Python e diretor de títulos como Brazil: O Filme, 12 Macacos ainda tem outro grande ponto forte: uma das melhores atuações da carreira de Brad Pitt como um dos internos de um hospital psiquiátrico. 12 Macacos permaneceu vivo por tanto tempo, sobretudo por sua qualidade, que acabou ganhando uma série, cujas quatro temporadas foram ao ar entre 2015 e 2018.

06. O Predestinado (Predestination, 2014)


Neste longa australiano, acompanhamos a história de um agente temporal, um funcionário do governo que atua no combate à criminalidade através de viagens no tempo. O agente interpretado por Ethan Hawke, encara sua última missão após anos de viagens no tempo caçando criminosos e executando a lei. O desafio final será finalmente capturar seu inimigo mais desafiador, o homem que há muito o intriga e ludibria. Sabe aquele filme cuja história é uma colcha de retalhos, com mistério, suspense que vai te prender no sofá até o fim? Esse é o filme. Roteiro sensacional e um bom thriller. Mas preste a atenção, pois talvez tenha que assistir o filme duas vezes.


07. Questão de tempo (About time, 2013)


Aos 21 anos, Tim Lake descobre que pode viajar no tempo e decide, então, tornar seu mundo um lugar melhor arranjando uma namorada. Infelizmente, isso não é tão fácil quanto parece. Mudando-se da costa de Cornwall para Londres para trabalhar como advogado, Tim finalmente encontra a linda, porém insegura Mary. Ele usa o poder para criar a proposta romântica perfeita, para salvar seu casamento do pior discurso de padrinho, para salvar seu melhor amigo do desastre profissional e para levar sua esposa grávida para o hospital a tempo para o nascimento de sua filha, apesar de um terrível engarrafamento na Abbey Road. Mas, na medida em que sua vida fora do comum segue em frente, ele descobre que seu dom singular não pode salvá-lo das tristezas e dos altos e baixos que afetam todas as famílias, em todos os lugares.


Trilogia De Volta Para o Futuro (Back To The Future Trilogy, 1985, 1989 e 1990)

Não dá para recomendar apenas um De Volta para o Futuro, já que, se você resolver maratonar os três, perceberá que, na verdade, é um grande filme em três partes. Efeitos, elenco, personagens, aventura, comédia, direção e o que mais você imaginar formaram um conjunto que torna uma ficção-científica, pouco científica de fato, em um dos maiores clássicos da cultura pop de todos os tempos (vide a humanidade tentando criar o skate voador, o Nike auto ajustável e outras coisas que filme previu para 2015). De Volta para o Futuro marcou e continua marcando gerações, divertindo toda a família com algo complexo como viagem no tempo. O filme tem produção de Steven Spielberg e direção de Robert Zemeckis, além da inesquecível dupla formada por Michael J. Fox como Marty McFly e Christopher Lloyd como Dr. Emmett Brown. No primeiro filme, McFly volta 30 anos e conhece as versões adolescentes dos seus pais, no segundo, ele precisa voltar novamente a 1955, para evitar os eventos que se desenvolveram e mudaram completamente o seu presente em 1985. No terceiro filme, eles vão ainda mais longe e a ficção científica encontra o faroeste quando os personagens se veem presos em 1885.

2 comentários