• Shock Wave News

Branca de Neve e o beijo.


Nova atração da Disneylândia enfrenta a cultura do cancelamento.


A Disneylândia é o mais recente campo de batalha na guerra cultural do cancelamento, depois que uma nova atração foi considerada problemática por ter o Príncipe Encantado beijando Branca de Neve "sem consentimento".


O parque temático da Califórnia reabriu após bloqueios de pandemia com o passeio renovado "Desejo Encantado da Branca de Neve" apresentando uma recriação animatrônica do famoso beijo.


A SFGATE publicou um parágrafo ridículo que criticava o beijo "não consensual", que assim estaria perpetuando tacitamente a cultura do estupro.


"Já não concordamos que o consentimento nos primeiros filmes da Disney é um grande problema? Que ensinar às crianças que beijar, quando não foi estabelecido se ambas as partes estão dispostas a se envolver, não está certo?", escreveram os editores do SFGATE.


"É difícil entender por que a Disneylândia de 2021 escolheria adicionar uma cena com ideias tão antiquadas do que um homem pode fazer com uma mulher."


A Disney anunciou no início deste ano que iria redesenhar The Jungle Cruise para substituir o personagem "Trader Sam", um vendedor de cabeças encolhidas. Enquanto isso, a Splash Mountain estava sendo revisada para remover estereótipos. A empresa foi contatada para comentar o assunto.




O apresentador da Fox News, Todd Piro, comparou o beijo do Príncipe Encantado em uma Branca de Neve envenenada a salvar a vida de alguém com RCP.


Conforme a clássica história da Disney, Branca de Neve é ​​envenenada por uma rainha do mal com ciúmes de sua beleza. Ela permanece em coma até que o feitiço seja quebrado pelo primeiro beijo do amor. Ela e o Príncipe Encantado vivem felizes para sempre.


“Então, para aquelas duas pessoas que escreveram essa história, se você estiver doente e alguém precisar fazer uma ressuscitação cardiopulmonar em você, você ficará chateado com o consentimento?, disse Piro.


"Um beijo que ele dá a ela sem seu consentimento, enquanto ela está dormindo, o que não pode ser amor verdadeiro se apenas uma pessoa sabe que está acontecendo", escreveram os críticos.


...E dormiu para sempre.


A cena de beijo em Branca de Neve não foi o único alvo dos canceladores. Em 2017, A animação Bela Adormecida também entrou no "hall dos cancelamentos" pelo beijo do príncipe Phillip para acordar a princesa Aurora de seu sono profundo. De acordo com uma entrevista no Newcastle Chronicle, Sara Hall disse que ficou perturbada ao ver o beijo não consensual. A mãe entrou em contato com a escola primária de seu filho e pediu que os livros sobre a história fossem retirados da sala de aula. Ela também questionou o quão relevante essa história é nos tempos modernos e acusou a história de contribuir para um ambiente sexual tóxico.


A história do SFGate.com rapidamente se tornou viral quando críticos e defensores aproveitaram a crítica como um exemplo da cultura esquerdista destruindo contos, autores, filmes, histórias e animações como o Dr. Seuss (que encerrou a publicação de livros ) e o Sr. Potato Head (eliminando o "Mr".), além dos clássicos da "Looney Tunes", "Tom & Jerry'', "Esqueceram de mim", ''E o vento levou''.