• Zero à Direita

Brasil abre 394 mil vagas de emprego em outubro e bate recorde que durava 29 anos.


Mesmo com o saldo positivo, ainda não foram recuperados todos os empregos formais que foram perdidos durante a pandemia.


A economia brasileira gerou 394.989 vagas de empregos formais durante o mês de outubro. É o que mostram os dados apresentados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) que foram divulgados pelo Ministério da Economia nesta quinta(26).


Desde 1992 - quando se iniciou a série histórica - não eram gerados tantos empregos dentro deste período. O recorde anterior era de 2009, quando foram geradas 230.956 vagas.


Segundo o Ministério da Economia, mesmo com o balanço extremamente positivo, ainda não foram recuperadas todas as vagas perdidas durante a pandemia de Covid-19, que tirou 1,594 milhões de pessoas dos seus empregos. De julho a outubro, foram recuperadas 1,092 milhões destas vagas.


O ministro Paulo Guedes se mostrou extremamente confiante em uma recuperação total dos empregos perdidos:


"A economia continua retomando em 'V' e gerando empregos em ritmo acelerado. Reagimos com resiliência, soubemos fazer o distanciamento social e ao mesmo tempo manter a economia girando."

Ele ainda complementou ao responder críticas feitas pela mídia comum:


"Não perdemos o rumo nesta recessão, estamos nos levantando e gerando empregos. Preservamos a vida no que foi possível e preservamos empregos. Ligamos agora a máquina de criar empregos de novo. Se terminarmos o ano com zero perda de emprego formal, terá sido um ano histórico!"

O ministro ressaltou que o Auxílio Emergencial foi "crucial" na manutenção dos empregos.


"A notícia é tão boa que é difícil melhorar, acho que não vamos conseguir melhor que isto. Continuem protegendo a saúde, com retorno seguro ao trabalho, com protocolos." - Finalizou.


Adicionar um título (1).png

© 2020 by  ShockWave Radio.

Faça parte de nossa Newsletter e receba as últimas notícias do Brasil e do Mundo