slider-1.png
  • Shock Wave News

Carta de um viciado em pornografia

Por Anônimo



O vício começa aos poucos, com prazer e uma sensação boa, a princípio, mas que se transforma em culpa e remorso ao longo do tempo. Como diz Salomão:


“Há caminhos que parecem bons, mas no final, são caminhos de morte”.

E eu estou morrendo, estou perdendo minha humanidade desde o dia que comecei com isso.


Não adentre esse mundo. Pense duas vezes, pois esse caminho parece ser sem volta. Ele te agarra e prende de uma forma quase que instantânea e não te deixará sair sem levar algo de você.


Não caiam nessa vida achando que será fácil voltar a atrás, pois quando menos pensar, terá vivido dez anos na mesma situação sem se dar conta. Não sejam como eu, valorizem-se.


Não deixem para a última hora como fiz. Procurem ajuda o quanto antes, seja de um padre, pastor, de seus pais, de um amigo muito confiável e por que não, um psicólogo.


Eu sei que é difícil controlar esses impulsos sexuais, essas paixões mais baixas que surgem e não saem tão fácil da cabeça. Oro para que o Senhor tenha misericórdia da minha alma. Se você não tem religião tente, se apegar a algo, senão a tendência é a loucura, a insanidade e perda da humanidade.


O caminho da pornografia é sem volta. Como qualquer vício, um só gatilho é capaz de despertar seus desejos mais primitivos. Não deem ouvidos as suas paixões, não satisfaçam sua carne, pois te arrastará a um poço sem fundo e sair de lá será quase impossível. Ainda assim, creio que para Deus nada é impossível.


A pornografia tira sua humanidade, te faz pensar e querer coisas que nunca desejava, coisas mais baixas e vis. Sinto-me um lixo só de pensar nessas coisas.


Mas ainda bem que nunca cruzei aquela linha — e vocês sabem do que estou falando. Fui salvo antes que isso acontecesse e, se não fossem as orações de alguns seletos amigos, com certeza eu estaria em pior situação.


Só Deus para me tirar dessa situação que busquei com minhas próprias mãos. Eu já pensei em acabar com tudo, mas não desistirei.


Jovens, não entrem por essa vida e estejam cientes das consequências. Pode ser tarde para mim. Mas para vocês, não.

2 comentários