• Amandaverso

Católicos protestam contra lockdown na França.

Centenas de católicos apostólicos romanos se reuniram em todo o território francês para protestar contra o fechamento de igrejas no país, devido ao novo lockdown para conter o vírus chinês. Os protestos ocorreram em várias cidades durante o final de semana, exigindo que o governo permitisse a celebração de missas dominicais. Os manifestantes cantaram hinos e oraram em frente às igrejas.



Em Rennes, cerca de 250 católicos se reuniram. Quase 100 em Reims, cerca de 300 na comuna de Saint-Germain-en-Laye, 400 em Nantes, 600 em Versalhes, 300 em Bordéus e 200 em Bourges e Tours, de acordo com o Francebleu.



Na sexta-feira, centenas de manifestantes se reuniram na Place Saint-Sulpice, no 6° distrito de Paris.



Outro protesto estava planejado para domingo na capital da filha primogênita da Santa Igreja Católica, mas foi proibido pela polícia local:"Apesar do compromisso dos organizadores em impor distância social e gestos de barreira, a polícia descobriu que essas medidas sanitárias não estão sendo devidamente seguidas". Mesmo com a proibição da polícia em Paris, outras cidades se manifestaram. Em Toulouse uma multidão se reuniu na praça de Saint-Etienne por volta das 16h30, horário local.



"Nunca protestei em minha vida", disse uma mãe que compareceu ao protesto com seus filhos e acrescentou:"Seguimos os protocolos, não houve um surto de contaminação nas igrejas que eu saiba. Queremos fazer valer o nosso direito à missa. Isso é uma questão de liberdade religiosa". Gerald Darmanin, ministro do Interior francês, divulgou um comunicado sobre os protestos, dizendo:"É claro que a liberdade religiosa é muito importante, mas a vida é mais importante do que qualquer coisa, e a vida é a luta contra o coronavírus". Darmanin acrescentou que se reuniria com líderes religiosos para discutir possíveis condições para realizações de cerimônias religiosas novamente, mas que elas estariam "dependendo da mudança da situação de saúde". A França registrou neste domingo mais 27.228 casos de infecção pelo novo coronavírus, e representa uma queda considerável na comparação com os indicadores da semana passada, quando por mais de um dia foi superada a barreira dos 60 mil casos.


As informações são do Breitbart.

Adicionar um título (1).png

© 2020 by  ShockWave Radio.

Faça parte de nossa Newsletter e receba as últimas notícias do Brasil e do Mundo