slider-1.png
  • Amandaverso

Corporações americanas ameaçaram bloquear apoio monetário ao Partido Republicano

Executivos de gigantes da indústria ameaçaram cortar apoio público e financeiro para os legisladores republicanos que contestaram a certificação dos votos do Colégio Eleitoral no Congresso. Em uma entrevista na terça-feira, Jeffrey Sonnenfeld, da Yale School of Management, disse que mais de duas dezenas de CEOs estavam considerando a mudança. Trinta e três executivos-chefes de empresas importantes confirmaram que diriam aos lobistas que não apoiassem mais aqueles que levantassem objeções à certificação. Sonnenfeld observou que esta é a primeira vez que tal grupo de executivos ameaçou reter o financiamento de campanha. “Alguns deles disseram que é importante que os CEOs se manifestem, é um momento para você liderar”, afirmou. “Este não é um negócio normal. Eles são os maiores titãs, tudo, desde finanças até agricultura, transporte, manufatura ... muitos deles eram os líderes da mesa redonda de negócios.” Sonnenfeld observou que os líderes empresariais estavam cada vez mais preocupados com a reação dos republicanos em relação à certificação que poderia levar a uma possível retaliação legislativa da esquerda.



As informações são da OAN.