slider-1.png
  • Toon Felícia

Denfensoria Pública pede proteção de Lázaro


Reprodução


A Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF) enviou nessa última sexta-feira (18), um pedido para a Vara de Excecução Penal (VEP) para que o marginal serial killer Lázaro Barbosa de Sousa, 32, seja protegido após eventual prisão.


Foragido à 14 dias em uma região de mata no interior de Goiás, o assassino e maníaco sexual ainda é procurado pela polícia na região.


No pedido, a defesa do assassino requere que o mesmo seja protegido de ataques midiáticos, e se evite demasiada exposição do criminoso de forma ainda maior do que a que já está.


Segundo o Conexão Política, a defensora alega no pedido que pelo caso ter ganho uma repercussão nacional, se faz necessária a garantia da proteção física e psíquica do assassino, bem como sua alocação em uma cela individual.


Além disso, a defesa tece ferrenhas críticas à toda repercussão, principalmente através de memes.


A DPDF em nota posterior, explica que esse tipo de pedido é comum em casos como o exposto acima.