• Amandaverso

Deutsche Bank afirma que aumento no imposto de quem trabalha em casa é "necessário".

Em relatório divulgado na terça-feira (10/11), o Deutsche Bank alega que as pessoas que "optaram" por trabalhar em casa deveriam ser tributadas em 5% do seu salário, para ajudar aqueles que não podem trabalhar remotamente.


"Trabalhar em casa fará parte do 'novo normal' bem depois que a pandemia passar", disse Jim Reid, estrategista de pesquisa do Deutsche Bank, no relatório que afirma que um imposto de "privilégio" deva ser criado para ajudar as pessoas de baixa renda.


"Argumentamos que os trabalhadores remotos deveriam pagar um imposto pelo privilégio. Nossos cálculos sugerem que os valores arrecadados podem financiar subsídios de renda materiais para pessoas de baixa renda que são incapazes de trabalhar remotamente e, portanto, assumir mais a 'economia velha' e riscos para a saúde."


"Os trabalhadores remotos estão contribuindo menos para a infraestrutura da economia, embora ainda recebam seus benefícios", diz o relatório.


O Deutsche Bank argumenta que a "opção" de trabalhar em casa permite que os funcionários economizem em despesas como deslocamento, almoço, roupas e limpeza, de acordo com o Business Insider.


O imposto seria aplicado somente se o governo não estiver aconselhando as pessoas a trabalharem em casa. Se o trabalhador optar por exercer sua função remotamente, ele "pagará o imposto sobre seu salário para cada dia de trabalho em casa."


O Deutsche Bank estima que o trabalhador americano médio que opta por trabalhar em casa ganha US$ 55.000 por ano e pagaria cerca de US$ 10 por dia em impostos. Eles argumentam que US$ 10 é o equivalente aproximado do que um funcionário de escritório pode gastar em transporte, almoço e lavanderia. No entanto, se o empregador não fornecer uma mesa permanente para seus funcionários, então o empregador deve ser responsável pelo imposto, disse o relatório.


O Deutsche estima que o imposto pode arrecadar US$ 49 bilhões a cada ano para ajudar aqueles em setores que não permitem trabalhos remotos.


Durante a pandemia do vírus chinês, o trabalho em casa aumentou à medida que os estados começaram a restringir as reuniões sociais e a limitar o número de funcionários permitidos em um prédio ao mesmo tempo.


Empresas como o Twitter permitem que os funcionários trabalhem em casa indefinidamente, enquanto o Google permitirá que os funcionários trabalhem de casa até julho de 2021, pelo menos.


As informações são do Breitbart.

Adicionar um título (1).png

© 2020 by  ShockWave Radio.

Faça parte de nossa Newsletter e receba as últimas notícias do Brasil e do Mundo