• Shock Wave News

DIZ O LEITOR: "A tia do Zap e os candidatos didireita."

Como mãe de longa data e moradora da cidade do moribundo e do estado do calças sufocantes, sempre me pego irritada com a bovinice do paulistano ( não que nas cidades próximas o povo seja menos tonto) outro dia, me peguei refletindo: será que o Eterno está nos castigando com estes governantes ou somos merecedores de mais um pouco e ele ainda tem misericórdia de tanto povo sem noção?


Aí vem as eleições e vejo alguns movimentos patriotas mais parados que lesma no asfalto e candidatos que esperavam que somente uma foto com Bolsonaro, e às vezes nem era foto com ele, era um Photoshop que do alto dos meus 20 anos de convivência com informática dizia que podiam melhorar e muito.


Acho que jogar Plants vs Zombies era mais interessante que as propostas vazias de certos candidatos que juravam me defender e representar. (Confia!)


Será que eu sou a tia do Zap mais esperta? Bom, minhas amigas de outros estados estavam como eu, desludidas com a qualidade da direita. Paciência, estamos começando...


A maturidade tem que chegar.


Teve um comentário de um Youtuber que amo, o Enzuh, que foi ácido, mas reflete a verdade: nós escolhemos mal e agora vamos aprender sofrendo.


Não adianta xingar os primos comunistas no ZAP e nem deixar de visitar os parentes, o tempo de instruir esteve aí, agora vamos pra segunda parte: ajudar os fãs do marmanjo que pensa ser criança a entenderem com o quadro atual que a coisa só tende a piorar. Eu vou seguir o exemplo do Japão depois da derrota na 2ª guerra Mundial: preparar o amanhã.


Espero que vc, direitista, conservador ou liberal entenda que temos que nos unir e parar de olhar o planalto central como solução dos problemas. Olhe pra sua casa, seu grupo da família do WhatsApp e sua vizinhança. Mudar o mundo pode ser fácil, basta se preparar e fazer um pedaço por vez.



Por Izabel Velicka - Facebook - YouTube