• Amandaverso

Eleições americanas: deputado republicano exige recontagem manual.

O deputado republicano Doug Collins(R-GA) está exigindo que o Secretário de Estado da Georgia anuncie uma "contagem manual completa de todas as cédulas lançadas em cada condado" devido às alegações de "irregularidades de eleitores, problemas com as urnas eletrônicas e falta de acesso dos observadores republicanos na votação". Em uma declaração divulgada pela campanha de Trump nesta terça-feira(10), o deputado Collins, que lidera a equipe de recontagem na Georgia, solicitou ao Secretário de Estado Brad Raffensperger(R) comparação entre cédulas de ausentes e cédulas presenciais, checagem de pessoas inelegíveis que possam ter votado e contagem manual das cédulas devido às alegações de irregularidades ou problemas na hora da votação.

"Nós podemos e iremos fazer uma petição para isso no tribunal depois que a certificação em todo o estado for concluída se o Secretário de Estado falhar em agir, mas temos esperança de que ele tome esta ação preventivamente hoje para garantir que cada georgiano tenha confiança em nosso processo eleitoral."

Doug Collins, que foi anunciado no final de semana como líder da equipe de recontagem no estado, também pediu a renúncia do Secretário de Estado por sua péssima gestão durante a eleição, chamando-a de "uma vergonha(gestão) para o nosso estado.


"Os republicanos defendem o ideal de que todo eleitor elegível deve ser capaz de votar legalmente e fazer com que seja contado", disse Collins em um comunicado, acrescentando que estão "confiantes de que encontraremos evidências de cédulas colhidas indevidamente e outras irregularidades que provarão que o presidente Trump venceu na Georgia de forma justa novamente em seu caminho para a reeleição como presidente".


"Os georgianos merecem um processo livre e aberto, e eles terão um", finalizou Collins.


Em resposta ao pedido de renúncia de Collins, o Secretário de Estado da Georgia, Brad Raffensperger, disse que uma renúncia "não vai acontecer":



Na segunda-feira(9), o oficial eleitoral do estado, Gabriel Sterling, rejeitou relatos de fraude generalizada no estado, embora tenha tido em coletiva de imprensa que o Departamento de Eleições irá descobrir todos os votos ilegais.


A liderança de Biden na Georgia era de menos de 12.300 vota na manhã de terça-feira.


Com informações do Breitbart

Adicionar um título (1).png

© 2020 by  ShockWave Radio.

Faça parte de nossa Newsletter e receba as últimas notícias do Brasil e do Mundo