slider-1.png
  • Amandaverso

Eleições americanas: Primeira noite é marcada por tumultos.

Ao cair da tarde de terça-feira e a contagem de votos começava, manifestantes do Black Lives Matter a.k.a ANTIFA já se colocavam a postos para uma longa noite de tumultos em todo o país.



Membros do BLM ateiam fogo na bandeira americana em Portland.

Em Washington, DC, a concentração aconteceu na Black Lives Matter Plaza a um quarteirão da Casa Branca. Por volta das 17:15, a polícia e os manifestantes entraram em confronte pois um veículo utilizado pelo movimento de extrema-esquerda estava estacionado ilegalmente.




Ao longo da noite os tumultos pioraram entre apoiadores de Donald Trump e membros do grupo terrorista ANTIFA. Usando taco de metal e vestes negras, um Black Bloc acertou um homem que acompanhava o resultados da apurações.


Um homem interveio para acompanhar o ferido até a linha policial montada perto da Casa Branca. Os manifestantes continuaram a seguir, mas pararam assim que se aproximaram da polícia:


O jornalista Elijah Schaffer, do The Blaze, informou em seu twitter que os black bloc estava preparado para os confrontos: "equipes médicas, armas, escudos e mochilas cheias de conteúdos desconhecidos". A convocação foi feita pelas redes sociais,



O grupo intimidou todos que estavam presentes no local, incluindo a imprensa. Bandeiras americanas foram queimadas.




Um grande número de policias com bicicletas foi usado para monitorar as manifestações. Logo após a prisão de um membro do BLM, a polícia novamente foi alvo dos desordeiros.



Na madrugada de quarta-feira(04), apoiadores de Trump e membros do Proud Boys foram esfaqueados por terroristas do BLM. Eles feriram quatro pessoas e fugiram, A polícia emitiu alerta contra dois homens e uma mulher que ainda não foram identificados.



Em Portland o clima também esquentou. O grupo Youth Liberation Front convocou membros e apoiadores para "matar a América" nesta quarta-feira(04):



De acordo com o jornalista Andy Ngô, cerca de 300 membros do ANTIFAS bloquearam áreas residenciais de Portland e estavam fortemente armados com "fuzis semiautomáticos, espingardas, bastões".



Nem os apoiadores de Biden escaparam do grupo,


Antes de se encaminharem para as áreas residenciais, os membros do BLM a.k.a ANTIFA se reuniram no centro da cidade onde atearam fogo em uma bandeira dos EUA.




A polícias de Los Angeles prendeu cerca de 40 pessoas por bloquearem trilhos de trem depois que uma ordem de dispersão foi emitida.



Mais informações em breve.