• Amandaverso

Eleições americanas: problemas nas zonas eleitorais.





Várias máquinas de votação apresentaram problemas em todo o país, informam as mídias americanas. O defeito exato ainda não foi divulgado, mas algumas zonas de votação em Missouri e Ohio foram forçadas a usar cadernos eleitorais de papel para verificar os eleitores depois que as máquinas de check-in diminuíram a velocidade devido ao alto volume, de acordo com o The New York Post.



A votação também atrasou em Christian County, Missouri, devido a uma falha nas máquinas, de acordo com um relatório da rede de TV local KY3. Em 2016 Trump venceu com folga no estado.


No condado de Riverside, na Califórnia, as máquinas ficaram sobrecarregadas no sábado pelo número de eleitores procurando seu registro, disse um funcionário local ao jornal The Press-Enterprise.


No Texas e na Flórida também houve relatos de que uma falha informava a alguns eleitores que eles não estavam registrados em seu distrito. Um eleitor em Dallas reclamou no Twitter na manhã de terça-feira que todas as urnas eletrônicas em seu distrito estavam com defeito:





Nesta manhã, no condado de Spalding - Geórgia, todas as máquina enfrentaram problemas. A supervisora ​​de eleições do condado, Marcia Ridley,  confirmou a falha ao Channel 2 Action News.


O Gabinete do Xerife do condado de Spalding divulgou uma atualização sobre o problema na terça-feira de manhã, informando que as cédulas de papel seriam usadas em todos os locais até que o problema fosse resolvido:




Pouco tempo depois, o condado confirmou que as máquinas voltaram a funcionar normalmente e que o problema foi causado por "erro humano": “As autoridades dizem que os trabalhadores do condado de Spalding carregaram informações incorretamente nos painéis de votação na manhã de terça-feira, então nenhuma das máquinas estava funcionando”, relatou a WSB-TV.


ATUALIZAÇÃO:


Trabalhadores eleitorais agora afirmam que as máquinas estão fora do ar em Scranton, Pensilvânia. O trabalhador disse que os eleitores podem preencher uma cédula e irão digitalizá-la mais tarde, quando as máquinas estiverem funcionando novamente:






*Com informações de The New York Post e Breaitbart.