slider-1.png
  • Shock Wave News

Família: início de uma sociedade.

Por Tuanni Ramos


Tenho certeza de que você já se deparou, seja pela sua avó, mãe, tia, ou qualquer outra pessoa com mais idade te falando pra não comer manga com leite, ou com qualquer outra crendice ou superstição que, se eu fosse elencar aqui daria um artigo inteiro.

Em toda a história, percebemos alguns valores que perpassam gerações e gerações, às vezes até mesmo roupas são guardadas para que seus filhos ou netos venham usar lá na frente, e acredite, isso só acontece por causa do núcleo da sociedade, que é a família.

Mais recente, a concepção de família tem sido desgastada pelos revolucionários com o claro objetivo de destruir toda uma civilização, visando um futuro utópico aqui, excluindo por completo qualquer valor dado a família, mesmo que estes seres tenham se originado de uma, afinal, nenhum ser humano nasce de uma chocadeira.


Desde que a mulher “saiu de casa” para buscar o sustento de sua casa, e concorrer com o homem para ver quem tem maior valor em comparação ao outro, fugiu-se do principal objetivo de se formar uma família, que é o de transmitir valores aos seus descendentes, para que esses passem para os outros, e assim por diante, uma vez que a mulher em casa, é sim responsável por cuidar de sua prole, para que essa seja formada de modo que essas crianças sejam bons homens e mulheres no futuro.


Não digo que isso seja APENAS responsabilidade da mulher, uma vez que homens de verdade lutam por suas mulheres e se esforçam para dar um bom exemplo para seus filhos. Cientificamente falando, já foi comprovado que crianças que tem um pai atencioso, ou que tem a figura paterna bem formada em sua consciência tem chances quase nulas de se tornarem adultos frustrados no futuro.


Uma menina que vê a sua mãe se arrumando, cuidando da casa, cuidando dos filhos, vai querer imitar a sua mãe e a terá por exemplo de mulher a ser seguido. Além disso, essa mesma menina, quando vê em seu dia a dia seu pai sendo amoroso com a sua mãe, gentil, cavalheiro, e acima de tudo, recebendo dele também todo carinho e cuidado como uma verdadeira princesa, não se entregará ao primeiro barbado que aparecer na sua frente.


Um menino que sai com seu pai, vai jogar bola, vê o seu pai fazendo a barba, se machuca inteiro quando brinca, e é incentivado a ser um guerreiro, aquele que luta para proteger o que se ama tendo esse imaginário formado por um pai presente, firme quando precisa, e que se dedica a “’lutar” para trazer melhores condições de vida para a sua família, será um homem com toda a certeza viril, e como no caso da menina, ele vendo o pai tendo todas as características acima citadas sendo cultivadas desde cedo, será cavalheiro e respeitará as mulheres como elas merecem. No caso dos garotos, uma situação como a de ver a sua mãe se arrumar, cuidar da casa, etc., fará com que ele se espelhe nela como um exemplo de mulher para ter perto de si para uma vida inteira, e não aceitará uma mulher promiscua.


Sabendo de tudo isso, e trazendo a tona os jovens como eles estão agora, imagine como serão as gerações futuras...


Tudo isso que eu citei, é o mínimo que se espera de uma família. Claro que cada caso é um caso, mas cabe a você, a todos nós enxergarmos a família não como um negócio que se não der certo separa e tudo certo, como uma acordo de conveniência. Não! A família é e sempre será sagrada!


Não fique pulando de galho em galho, ficando com um hoje, amanhã com outro, sem compromisso, sem responsabilidade. Um homem ou uma mulher que age dessa maneira é como um animal no cio!


Poderia aqui elencar vários fatores aos quais contribuem muito para a destruição do papel do homem e da mulher, mas me atento a um somente: superficialidade nos relacionamentos.


Se você, homem, não consegue ficar com uma única mulher, muitas vezes é porque viveu um relacionamento raso com outra pessoa e acha que isso vai ocorrer com qualquer uma que estiver ao seu lado. Não! Não é assim! Dê uma chance a si mesmo homem de Deus e seja gentil com as mulheres que passarem na sua vida! Trate-as como você gostaria que seu genro tratasse a sua filha!


Se você, mulher, já não consegue mais confiar em um homem por crer que ele nunca será fiel a ti, entenda uma coisa: Se valorize para que as pessoas te valorizem! Simples assim! Tem homens canalhas? Claro! Tem moleques que acham que a vida gira em torno do seu umbigo? Com certeza! Por isso você precisa selecionar bem seus amigos, e não achar que só porque fulaninho é gentil contigo significa que ele quer te levar pra cama na noite seguinte! Tenham amizades masculinas pelo amor de Deus! Larguem a mão de serem autossuficientes e permitam que os homens se aproximem de vocês!


Uma mulher e um homem que cuida de si, seja na aparência, na sua vida espiritual, ou que cuida dos seus relacionamentos com maturidade é mais feliz!


Somente homens e mulheres de verdade sabem que precisam melhorar a cada dia e valorizam as pessoas como elas são, não tornando-as objetos para seu bel prazer. Somente Homens e Mulheres que entendem que a outra pessoa é um filho ou uma filha muito amado(a) por Deus são capazes de realmente amar o outro.


Somente quando você entender isso é que será capaz de formar uma família alicerçada e forte para superar qualquer adversidade. Lembre-se: ser inteiro é melhor do que ser perfeito!


Ser inteiro é se doar sem reservas, e mesmo com seus defeitos, buscar ser melhor a cada dia. Coloque de uma vez na sua cabeça de que a perfeição não alcançaremos aqui.

Por fim, me despeço com um trecho da música “Oração pelas famílias”:


“Que nenhuma família comece em qualquer de repente
Que nenhuma família termine por falta de amor
Que o casal seja um para o outro de corpo e de mente{...}
Que marido e mulher Tenham forças para amar sem medida{...}
Que as crianças aprendam no colo, o sentido da vida.”

Que Deus te abençoe.