slider-1.png
  • Ms. Yellow

“Faz do meu nada, Amor.” Santa Teresinha do Menino Jesus.


Com tudo o que temos vivenciado no cotidiano dos nossos dias, muitas vezes ignoramos os pequenos detalhes, as sutilezas de Deus, e vou além, não damos o devido valor nem mesmo a nós, enquanto pessoas.


Todo ser humano é imagem e semelhança de Deus, e mesmo que você não professe nenhuma fé, há de convir comigo que tem coisas que nos ocorrem que claramente são manifestações de carinho e cuidado de “Algo” ou “Alguém” que está sempre perto de nós, a conduzir nossos passos e de certa forma nos guiar por aqui.


Somos imperfeitos sim, é verdade, mas enquanto permanecermos aqui, seremos forjados nas dificuldades que aparecerão no nosso caminho para que nos tornemos melhores.


Se você até aqui tem se sentido sem perspectiva nenhuma, acha que Ele te esqueceu, ou ainda, que você não possui dom algum, eu te convido a parar por um momento, e fazer um exame de consciência.


Muitos de nós temos uma visão deturpada de nossa imagem, seja pelo nosso ambiente familiar, seja pelo nosso grupo de amigos, ou qualquer outro grupo ao qual nós pertencemos, e acredite, precisamos desses ambientes para que bem ou mal possamos viver.


Pessoas são facilmente decepcionadas, e lidar com a decepção quando se ama ou se tem carinho pela pessoa que te decepcionou é algo que de alguma forma gera feridas interiores que precisam de cuidado, e se você nunca pensou nisso, acredite, esse “autocuidado” consigo faz uma enorme diferença.


Essas feridas em longo prazo podem ferir outras pessoas por estas mesmas feridas moldarem nosso comportamento a tal ponto e de tal modo, que os outros não irão nem chegar mais perto de nós.


Repense agora as vezes que você se sentiu “ignorado” por um grupo, ou por uma pessoa.


Esse sentimento que está no seu coração é ruim, eu sei, mas se isso te serve de consolo só há uma forma de preencher essa sensação de vazio e é através de Deus.


A frase que eu usei no título nada mais é do que uma oração; uma oração de um coração que quer ser preenchido, que anseia por isso, que se reconhece como um “nada” diante da imensidão que é Deus, o Amor.


Ah o Amor. . .

A maior entre todas as virtudes é uma pessoa, não um sentimento.

Quando você diz que ama uma pessoa significa que você gosta tanto dela a ponto de dar a sua vida numa cruz por ela, imitando o próprio Amor, que se doou no madeiro por mim e por você.


Quando perdemos o foco ou quando não trazemos para o nosso cotidiano o Amor, nada faz sentido, nosso coração fica incompleto e essa incompletude só tem fim quando permitimos que Ele faça morada em nosso coração.


Você pode e deve amar as outras pessoas, mas não se esqueça de que somente o Amor não te decepciona, nem te desampara.


Santa Teresinha tem me ensinado muito com seu exemplo, e com sua vida tem me mostrado quão feliz nos tornamos quando fazemos tudo, desde as mais simples atividades com Amor, pelo Amor, e para o Amor


Essa precisa ser a nossa meta! Santo não é quem muito faz, mas quem muito Ama!


Ao final dos seus dias, vivendo no Amor, com o Amor e para o Amor, você perceberá que tudo valeu a pena; suas lutas, suas dores, suas lágrimas, seus sofrimentos, tudo o que você viveu terá te construído como pessoa.


Você não será lembrado pelas pessoas somente pelas suas ações, mas sim pelo quanto que você as amou, pelo quanto que você se doou a elas em seus dias.


Por fim, rogo a Ele que possa tocar seu coração nesse momento, e se assim como eu você também sofreu ou sofre suas dores, acredite que cada uma delas é um tijolo para construir uma casa bem edificada, alicerçada em Deus, para que com Ele você possa morar.


Que esses versos sejam a sua oração neste dia.


“Quando eu não pude ver, Você viu

Quando eu não pude amar, Você amou

Na minha incompletude

Eis que observo aquEle ávido olhar

Incapaz de ignorar o meu” .

(Incompletude – Rosa de Saron)


Deus te abençoe.


2 comentários