• Shock Wave News

Funcionário afirma que foi recusado quando tentou monitorar voto em Nevada

Foi negado o acesso a funcionário para observar a contagem dos votos.


Um apoiador de Trump que tentou monitorar a contagem das cédulas em Nevada disse que foi convidado a sair.


O homem, que alegou ter sido estereotipado por seu apoio a Trump, alega que lhe foi negado o acesso para observar a contagem, e em um ponto foi questionado por que ele estava lá.

“A pergunta foi feita às 1h30 da manhã,‘ Por que você está aqui? ’E minha resposta foi:‘ Bem, é noite de eleição. É por isso que estamos aqui, e vocês obviamente estão contando votos. "


“Foi único porque eles disseram que tinham uma hora e meia restante para fazer a contagem, e um funcionário saiu ... e nos pediu para assinar documentos e, alguns momentos depois, fomos convidados a sair.”


“Acho irônico que nos pediram para sair em 10 a 12 minutos, quando eles disseram que tinham uma hora e meia de contagem para fazer.”


Os votos ainda estavam sendo contados no Condado de Clark, Nevada, na quinta-feira, dois dias após o dia da eleição. O estado e seus 6 votos eleitorais foram para Hillary Clinton em 2016.

Adicionar um título (1).png

© 2020 by  ShockWave Radio.

Faça parte de nossa Newsletter e receba as últimas notícias do Brasil e do Mundo