slider-1.png
  • Mr.Blue

Hino Ao Preto




Apolínea cor que me cinge como atilhos.

Aquela infinita Escuridão que me acalma.

Como se num vulcão, fechasse meus vivos olhos.

Esse Negro remanso afaga minh'alma.


É que tua negrura acentua a brancura,

Como a Dor acentua o transcendente Alívio.

Aquela Escuridão evidencia a Luz pura,

Não deixando-a cair no lastimoso oblívio.


Pois sempre a Sombra mais escura, fosca e umbrosa;

Nasce daquela Luz mais pura, alva e luminosa.

Transcendendo assim para uma realidade;


Apinhada de Bem, atestada de Verdade.

Sumo cúmplice és, pois velas puro o Secreto.

Contraste em perfeição para o Branco: o Preto!