• Davi Eler

In God We Trust (3/3)


“I don't like politics I don't like communists” Ramones, I’m against it.


Esse artigo é o terceiro e último da série sobre a atualização dos comunistas da Operação Trust, e como ela está sendo usada nos dias atuais. Isso significa que não mais escreverei sobre este assunto? Não. Caso surja algo novo, tenham certeza que trarei para vocês. Porém eu comecei a escrever esta serie com um propósito claro, e concluo ele

com este texto.


Segue o link para os outros dois artigos, leia-os, caso contrário a linha de raciocínio seguida aqui, não lhe fará sentido.

1. https://www.shockwavenews.com.br/post/trump-venceu

2. https://www.shockwavenews.com.br/post/opera%C3%A7%C3%A3o-storm


Bom, a conclusão que eu chego é que em primeiro lugar, nós como conservadores precisamos ficar mais inteligentes, e estou usando o conceito de inteligência do professor Olavo, que é, capacidade de enxergar a realidade.


Muitos conservadores foram facilmente levados pela onda dos QANON, Storm e Trust The Plan. E devemos nos questionar, será que estamos estudando o suficiente? E caso estejamos, nós estamos repassando este conteúdo que aprendemos como deveríamos? São reflexões que ficam para todos que se posicionam como conservadores e lutam por essa pauta. Pois muitas pessoas do nosso público acreditam fielmente nessas narrativas, então alguma coisa nós fizemos errado, temos que entender onde erramos e não repetir este ato.


Eu tenho uma suspeita de qual ação errada nós cometemos. Eu acho que nós conservadores focamos excessivamente em conteúdo digital (entenda digital como, pífio, fraco, mastigado e superficial), obviamente isso mudou do último ano para cá, e com certeza não eram todos que faziam este trabalho porco, inclusive os que faziam se afastaram de nós. E talvez por isso estejamos agora mais inteligentes, e somos chamados de “direta livrinho”.


Os analfabetos funcionais saíram do conservadorismo, mas o público conservador não o abandonou. Alguns por gostarem de ilusão, outros por mera burrice e/ou adorarem as “bombas” diárias. Verdade seja dita, brasileiro adora uma fofoca, e o que muitos canais de deretcha fazem, é usar isso com maestria para conseguir views e likes. Muitos só estão atrás disso, e aí divulgam conteúdo de esquerda, de direita, de tudo quanto é coisa só para manter o número de views, e inflar o ego.


Porém tem pessoas da esquerda infiltradas entre esses, que abarcam um público grande também. E acabam com isso fazendo as pessoas ficarem quietas e confortáveis, não fazendo nada além, de confiar e subir hashtag no Twitter. Os Qanon e as pessoas que divulgam a Operação Storm, fazem este trabalho MUITO BEM, mantém as pessoas sentadas e quietas.



Mas esses movimentos não surgiram apenas nos Estados Unidos, temos a versão Tupiniquim dele, os famosos zóio verde, e a patota neocon que os seguem de forma disfarçada. Esses dois grupos criaram a Operação Trust versão burra, pois os agentes que executam as ações, principalmente no Twitter (inclusive, pessoal, SAIAM DO TWITTER AGORA), eles são verdadeiros energúmenos, seres desprovidos de tática. As cabeças que os comandam entendem desse assunto, não é atoa que estão utilizando esta estratégia extremamente eficaz. Porém os que comandam são os mesmo que estupidificaram toda a nação, então falta mão de obra qualificada para executar tal ação complexa, o que não ocorre nos Estados Unidos. Local aonde há criação de falsos documentos, fotos “vazadas” e áudios “interceptados”, com essas ferramentas eles conseguem uma manipulação muito mais efetiva.


Contudo, como no Brasil todos foram emburrecidos não é preciso muito esforço para convencer um grande número de pessoas com mentiras (mas com a verdade, é um parto de elefante cor de rosa). Então que neste primeiro ponto reflitamos sobre isso, erros que cometemos para chegar nesse ponto e a importação desta tática que está sendo aplicada no Brasil.


Em segundo lugar gostaria de falar de algo que parece que muitos americanos esqueceram, e que muito provavelmente foi a causa para que eles acreditassem na Storm e nos Qanon (além do ótimo trabalho feito por esses).


A nação norte-americana perdeu a noção do significado e do simbolismo da frase “IN GOD WE TRUST”. Essa oração impressa nas notas de dólar tem um peso gigantesco, e que foi deixado para trás nos últimos anos. Os brasileiros não tem isso deve fazer mais de um século.


Mas na América era diferente, eles sempre eram céticos quanto ao governo, e não depositavam sua esperança em político ou plano de governo, mas somente em DEUS. Essa inclusive é uma das prerrogativas do conservadorismo, ceticismo quanto à políticos, governos e principalmente ao ESTADO. Qualquer narrativa que vocês vejam indo contra essa direção, por exemplo a Storm, que deposita total esperança no funcionalismo público, e principalmente em um órgão que mentiu e enganou os americanos tantas vezes. Esse tipo de conto, é da esquerda, eles que gostam do Estado, de políticos e de governos.


E gostaria de dizer que há muitas semelhanças entre a Storm e o Lavajatismo, ainda quero escrever algo sobre isso, a conexão estratégica entre esses grupos, mas isso fica para depois, só queria deixar este lembrete aqui.


A esperança de nós conservadores está exclusivamente em Deus-Pai, Deus-Filho, Deus-Espírito Santo, e no céu. Não há discussão quanto à este ponto. “Então vamos parar de lutar pela pautas cristãs ?” De maneira nenhuma. Jesus diz que devemos ser como sal (que freia o apodrecimento da carne) aqui no mundo. Sendo assim, devemos lutar com todas as nossas forças contra a agenda satânica, que infelizmente vem avançando com uma velocidade exponencial no mundo inteiro.



Concluindo então meu último texto desta serie de três artigos gostaria de dizer que, devemos estudar como loucos, estudar como se dependêssemos disso para viver, o que é uma verdade. Estejam próximos de Deus, adorem somente à ele, pois ele é o único digno de adoração.


Os poderes que muitos querem colocar no Trump, como Onisciência e Onipotência, são encontrados somente na pessoa de Deus. Então que nós conservadores não depositemos nossa fé, confiança e esperança em homens, mas sim no nosso salvador. Deus nunca erra, Ele jamais falha e nos ama como ninguém. Sendo assim, conheçam esse Deus, estudem sobre Ele, tenham comunhão com esta pessoa, e conversem com todo mundo, sobre este assunto. Deixemos as pautas mundanas de lado e falemos mais das eternas.

Fiquem com Deus e até a próxima.

Adicionar um título (1).png

© 2020 by  ShockWave Radio.

Faça parte de nossa Newsletter e receba as últimas notícias do Brasil e do Mundo