• Zero à Direita

Marvel ataca novamente o cristianismo e retira a fé católica do mutante Noturno, de X-Men


Após várias modificações na MC, a nova vítima do ódio ao cristianismo é o personagem Noturno, que perde sua fé na Igreja.


Não é de hoje que o universo do entretenimento vem passando por mudanças radicais em nome de uma agenda vil e progressista. Com o objetivo de reescrever a cultura humana e empurrar suas ideologias à força, o gigantes conglomerados do entretenimento atacam impiedosamente, dia após dia, todos os conceitos de valores nas obras ficcionais. Desta vez, o alvo foi um dos mais queridos mutantes de X-Men: Noturno.


O Mutante azul e peludo, que assusta quando é visto pela primeira vez, é um dos personagens mais carismáticos e complexos do universo de X-Men. Mesmo com aparência monstruosa, ele é puro, cativante, fiel e acima de tudo católico. Tamanha é sua devoção, o personagem chega a estudar para se tornar um padre. Esse caminho na fé o ajuda a ser diferente da maioria dos outros mutantes, que pregam por revoluções em nome da sua raça ou busca de poder próprio.


Desde 1975, quando apareceu a primeira vez nos quadrinhos, toda essa complexidade fez de Noturno um dos mais queridos personagens não só de X-Men, mas de toda a Marvel Comics. Vê-lo ter sua fé destruída em nome de uma agenda repugnante é de partir o coração, uma vez que existem diversos relatos de fãs que se inspiram no próprio Noturno para lidar com problemas pessoais.


A mudança ocorre a partir do volume Hellions#7, onde o personagem passa por uma série de acontecimentos que o fazem perder a sua fé, renegando todo o cristianismo.


Mais um personagem entre tantos, assim como tantas obras e franquias que traziam muitos significados importantes para milhões de pessoas mundo afora; tudo isso se perdendo diante de nossos olhos. Até onde vai a agenda? Até onde vai a perseguição e ódio ao cristianismo?