slider-1.png
  • Toon Felícia

Ministério Púbico do Rio de Janeiro processa colégio Católico.

O MP-RJ processa o Colégio Santo Inácio e pede o afastamento de diretores por omissão.


Foto: Wikipedia/Caio86, CC BY-SA 3.0


O MP do Rio moveu uma acção judicial contra o Colégio Santo Inácio por denúncias de assédio sexual por parte de alunas do Ensino Médio da Instituição.


As alunas relatam que professores faziam carícias nas coxas e nos seios.


Segundo o Jornal do Brasil , o MP através da ação exige o afastamento da diretora do colégio sra Ana Maria de Bastos Loureiro e o coordenador da Instituição o sr Marcos Vinícius Borges da Silva Machado, sob pena de uma multa de R$3.000,00 por dia.


O motivo da ação é a omissão da Instituição mediante às denúncias relatadas pelas estudantes, e está fundamentada pelo descumprimento da Lei 13.431/17, que estabelece o sistema de garantia de direitos da criança e do adolescente vítima ou testemunha de violência.


Segundo trecho da ação civil pública;

"Depreendeu-se dos relatos das alunas que houve diversas formas de assédio sexual em relação a alunas perpetradas de forma repetida, seja através de palavras, conversas indesejáveis, piadas de conteúdo sexual, contato físico sem consentimento e convites impertinentes".

O Colégio é um dos mais conhecidos no Rio de Janeiro e está localizado na região sul da cidade.