• Amandaverso

Pelosi pede que Mike Pence invoque a 25ª emenda e retire Trump da presidência imediatamente.

Em coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira (7), a presidente da Câmara dos Representantes invoca a 25ª emenda para destituir Donald Trump antes do fim do mandato, que ocorre no dia 20 de janeiro.


Pelosi: "Eu me junto ao líder democrata do Senado ao pedir ao vice-presidente que remova este presidente invocando imediatamente a 25ª emenda. Se o vice-presidente e o gabinete não agirem, o Congresso pode estar preparado para avançar com o impeachment."





A 25ª Emenda afirma que o vice-presidente pode se tornar presidente interino se ele e a maioria do Gabinete declarar que o presidente não pode mais exercer o cargo. No entanto, se o presidente contesta essa declaração, são necessários dois terços em votos da Câmara e do Senado para garantir sua remoção da presidência.


No fim da tarde de quarta-feira (6), o presidente e CEO da Associação Nacional de Manufatureiros, Jay Timmons, um grupo que representa 14.000 empresas nos EUA, pediu que Pence “considerasse seriamente” invocar a 25ª Emenda.


Em uma carta, o executivo afirmou que Trump “incitou a violência na tentativa de manter o poder e qualquer líder eleito que o defenda está violando seu juramento à Constituição e rejeitando a democracia em favor da anarquia […] O vice-presidente Pence, que foi retirado do Capitólio, deveria considerar seriamente trabalhar com o Gabinete para recorrer à 25ª Emenda para preservar a democracia”.


Enquanto isso, membros do Comitê Judiciário da Câmara também pedem que o vice-presidente convoque a emenda para remoção de Trump do cargo. “Mesmo em seu anúncio em vídeo esta tarde, o presidente Trump revelou que não está mentalmente são e ainda é incapaz de processar e aceitar os resultados das eleições de 2020″, disseram em um comunicado.


“A disposição do presidente Trump de incitar a violência e a agitação social para derrubar os resultados das eleições pela força atendem claramente a esse padrão. Assim como seus tuítes recentes, que o Twitter excluiu, dizendo que a eleição foi ‘roubada’ e que os distúrbios de hoje ‘são as coisas e eventos que acontecem’”, conclui o texto.

Adicionar um título (1).png

© 2020 by  ShockWave Radio.

Faça parte de nossa Newsletter e receba as últimas notícias do Brasil e do Mundo