slider-1.png
  • Davi Eler

Por Qual Motivo Nós Temos Que Sofrer?




É natural do ser humano a fuga da dor, seja ela física ou na alma. O que por um lado é bom, pois nos mantém longe de perigos desnecessários, é um dos mecanismo de sobrevivência que temos. Mas todos sabemos que mais hora, menos hora, vamos nos machucar na vida, certo?


Esse é o problema, na nossa atual sociedade nós temos tantos luxos, confortos e mordomias que esquecemos que enquanto vivermos vamos sofrer. Perdemos a noção que não escaparmos da dor em nossa existência, ou mesmo da morte.


Antigamente a dor era parte da rotina das pessoas, os camponeses viviam com calos nas mãos, o clero vivia com dor no coração pelas almas perdidas e o os nobres sentiam as dores das batalhas. Nós perdemos esse precioso entendimento de que vamos nos machucar bastante aqui na terra, e que pessoas ao nosso redor vão morrer.


Nos perdemos no pensamento positivo, da lei da atração. Se você pensar positivo sobre as situações elas darão certo e tu não irás sofrer, uma besteira sem tamanho. O sofrimento é real, frequente e necessário, não podemos fugir dele por mais que tentemos, devemos abraça-lo e absorver as lições que ele deseja nos passar.


Pois a própria Bíblia nos diz que: TODAS as coisas cooperam para o bem daquelas que amam a Deus. Até onde eu sei, em “TODAS” está incluso as coisas ruins também. Até mesmo as dores e sofrimentos que passamos, são planos de Deus para que aprendamos com essas situações, ele rege todo o universo com sua destra forte, guiando TUDO para nos ajudar.


Então meus caros leitores, essa visão moderna de que a dor e o sofrimento é em sumo um mal, está totalmente equivocada. “Aí Davi que isso. Está dizendo que existe algo de bom em um estupro?” Sim. Lógico que existe, a questão é que eu e você não conseguimos enxergar, ocupamos um pedaço insignificante dentro do espaço tempo da criação. Devemos apenas confiar plenamente no governo de Deus, mesmo que nós não consigamos entender seus planos e propósitos, saber que ele é bom, amoroso, misericordioso e santo já basta.


Sendo assim, aqui concluo meu primeiro ponto sobre a importância do sofrimento. Se Deus enviou aquela dor para me ensinar algo, devo então apreciar o cuidado de meu Pai comigo, e me esforçar ao máximo para entender a Sua mensagem, até para que eu passe aquele nível o mais rápido possível. Não devemos evitar as dores e sofrimentos enviadas por Deus.


Porém devo fazer uma pequena observação neste ponto: a dor não sumo mau, mas também não o sumo bem. Não devemos sair atrás de sofrimento, ou mesmo nos causar estas sensações. Apenas digo que devemos aceitar o destino que nosso Pai escolheu para cada um de nós.


Meu segundo ponto é um tanto quanto interessante devo dizer; quero que você comigo, se a terra não tivesse dor e sofrimento, se ela fosse um lugar realmente bom para se viver, a questão é que aí NINGUÉM desejaria o céu. Mesmo a vida sendo uma bosta, tem muita gente que não quer trocá-la pelo paraíso. Então imaginem se ela fosse um pouquinho melhor, nem digo perfeita, mas só um pouco melhor.


Sendo assim, creio eu que a dor é um meio que Deus usa para manter as pessoas ansiosas pelo céu, para mim este é um dos propósitos da dor, e mais um motivo para não pensarmos nela como algo mau por essência. A terra em que vivemos é a melhor versão que poderia ser feito, mas não pelo motivo de Deus ter escolhido a melhor alternativa, pois aí o mérito estaria na alternativa, mas por causa de Deus ter feito a terra, por isso ela é a melhor versão. Aqui temos um equilíbrio entre dores que nos ensinam e nos lembram que aqui não é céu, mas também temos a graça comum e os dons que o Senhor distribui, para tornar a terra suportável. Esse é o tamanho do amor de Deus por nós.


Para algumas pessoas a terra será o único paraíso que conhecerão, e para outras será o único inferno que presenciarão. Acho essa frase muito boa, infelizmente desconheço o autor, se alguém souber comente por favor.


Bom pessoal, para concluir então este artigo gostaria de dizer-lhes que: não devemos odiar o sofrimento, pois Deus o envia com um propósito (mas também não devemos amá-lo). O Senhor utiliza da dor para lembrar seus filhos que este lugar não é o céu, mas também para nos ensinar lições importantes, com o objetivo de nos ajudar em nossa breve jornada na terra. Espero que tenha conseguido ajudar alguns de vocês em um tema tão sensível e ordinário, ainda mais neste período. Caso você tenha perdido alguém próximo (que já aconteceu com todos nós), se console na soberania e no amor de nosso Deus.


Fiquem com Deus e até a próxima.