• Shock Wave News

Quem porá a lona do circo abaixo?



Atualmente, somos espectadores de um grande espetáculo no circo do poder pelo poder, dos isentos, da prudência, da sofisticação, do socialismo e liberdade em nome de uma tal "democracia" brasileira. (Me engana que eu gosto).


Alguns palhaços do picadeiro distraem sua plateia com os mais belos discursos, tais como: fica em casa, economia nós vemos depois, vacinação obrigatória, vidas negras importam, racismo estrutural, aborto, drogas, ideologia de gênero, e tantas outras baboseiras que todos os dias chegam através dos meios de (des)comunicação social e que influenciam a opinião do já cansado povo brasileiro.


Outros palhaços riem a vontade, comem lagosta, se acham iluminados até o extremo, verdadeiros pseudo-deuses do olimpo brasileiro, que jogam conforme o jogo do establishment e das elites tanto nacionais quanto internacionais.


Outros palhaços ainda, além de rirem e banquetearem-se debaixo das custas dos pagadores de impostos e também de outras coisas tenebrosas que, acho que alguns de vocês já sabem, ditam as regras, jogam cartas, distribuem fichas com seus aliados trapaceiros, apostam, dobram a aposta e assim por diante, até conseguirem que seus planos se concretizem.


Ora, depois de darmos algumas pistas sobre o que os palhaços fazem na nossa frente, neste picadeiro fajuto e mentiroso, temos que estar atentos a uma coisa muito sutil e que quase ninguém nota: a lona do circo. O que vem a ser esta lona? A resposta é óbvia: é o próprio JOGO dito "democrático" e de "equilíbrio entre os poderes".


O que adiantaria tirar os palhaços que aí estão e, ao som de uma voz misteriosa do dono do circo que diz: nós temos outro palhaço para substituir o palhaço que se foi? Assim sendo, o JOGO seguiria tranquilamente seu destino.


Vamos chegar a conclusão óbvia? De nada adianta tiramos os palhaços (quem tiver inteligência para identificá-los, que o faça agora), se não colocarmos pessoas capacitadas e corajosas no lugar deles e que trabalhem para que a LONA do circo venha a baixo! A lona do circo tem que cair!


Voltemos a pergunta que dá início a esta breve reflexão e pensemos no que podemos fazer hoje, visando um futuro melhor.


PS:. Diante do mal, combate-se e não se joga o jogo do inimigo. Eva que o diga.


Abraços.



Anônimo.