• Shock Wave News

Secretaria Especial da Cultura financia projeto "Criança Viada Show"

Atualizado: Mai 15

Live "Roda Bixa" lança o projeto "Criança Viada Show!" com patrocínio da Prefeitura de Itajaí, através da Lei Aldir Blanc.


A Lei Aldir Blanc (Lei nº 14.017, de 29 de junho de 2020) foi criada para suprir o setor cultural, que foi afetado pela pandemia do coronavírus com os restritos lockdowns, disponibilizando uma renda emergencial a profissionais da área, subsídios a centros culturais e recursos para editais públicos.



Com a decisão do TCU, os recursos repassados pela lei podem ser utilizados até o final de 2021, mesmo que não tenham sido empenhados e inscritos em restos a pagar em 2020, independentemente da sanção ou veto do presidente.


Presidente Jair Bolsonaro e o secretário da cultura, Mario Frias,.

Todas essas ações fazem parte do projeto “Ações para Reexistir – Pesquisa e Criação Interdisciplinar”, desenvolvido por Daniel Olivetto


Em 2018 e 2019, Olivetto, foi curador do 2º e do 3º Festinfante – Festival de Teatro e Artes Integradas para a Infância (Itajaí).


Na página do projeto encontramos a seguinte descrição: "Em um momento de desesperança e temor pelos tempos sombrios que se anunciam, diante da impotência presente, o que nos faz reexistir para resistir? Corpo gay, corpo minoria. Como potencializar esse corpo e propor experiências de diálogo e enfrentamento diante do que está por vir?".


O "Roda Bixa" será em formato de Live pelo Youtube para estreia da série “Criança Viada Show”.


Os criadores do projeto explicam que o termo “criança viada” viralizou depois que o criador da página publicou fotos dele e de amigos quando eram crianças, em poses “afeminadas”, contaram ao site ndmais. Olivetto afirmou que o público alvo da ação não são crianças, e sim outras pessoas adultas da comunidade LGBT.


“Criança Viada Show” é um projeto contemplado pela Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc. Já o projeto “Ações para Reexistir – Pesquisa e Criação Interdisciplinar” conta com o patrocínio do governo do Estado de Santa Catarina, da Prefeitura Municipal de Itajaí e Fundação Cultural de Itajaí, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura.


"Projeto contemplado pelo Edital 011/2020 – FCI, Edital de Credenciamento de Prêmios e Projetos Artístico-Culturais oriundos da Lei nr. 14.017 de 29 de junho de 2020 – Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc."

A página também apoia e relembra a exposição polêmica "Queermuseu ", promovida na época pelo banco Santander, com investimento de quase R$ 1 milhão com os benefícios fiscais da Lei Rouanet em 2017.


As obras incentivavam a pedofilia, a zoofilia e o escárnio ao cristianismo.


Exposição "Suaves Brutalidades"


A exposição "Suaves Brutalidades" selecionada por um edital do Banco da Amazônia num valor de R$ 25 mil para execução, de Henrique Montagne Figueira, foi cancelada quando estava prestes a ser montada nesta quinta (13),

Segundo o texto de divulgação do projeto, a exposição "Suaves Brutalidades" "traz à tona o universo afetivo masculino, os prazeres e as violências na relação entre homens".

O Banco da Amazônia é uma instituição de economia mista, sendo que a União é o acionista majoritária, com participação de 95,8% no capital social.


Cultura pra quem?


O canal Shock Wave Radio no Telegram mostrou anteriormente mais recursos da Lei Aldir Blanc sendo destinados para projetos da agenda gayzista. Você pode conferir todas as informações aqui.


Atualização (14.05 - 21h) :

O secretário de cultura, Mário Frias, veio a público e usou sua conta no Twitter para comentar sobre o uso da Lei Aldir Blanc no projeto "Roda Bixa".


Mario Frias afirmou que "A lei não me permite controlar os editais lançados pelos estados e municípios, mas, para mim, há um claro desvio de objeto, e a aplicação do recurso com conteúdo que não tem a ver com as manifestações culturais.". Mas que irá verificar a questão a fundo.


Mais tarde, Frias, voltou ao Twitter para atualizar sobre o caso.

A prefeitura de Itajaí suspendeu o projeto "Ações para Reexistir" e destituiu os membros da composição responsáveis pela seleção dos projetos culturais.