slider-1.png
  • Alexandre Nagado

Ultraman completa 55 anos em 2021

O icônico super-herói japonês deu origem a um dos maiores universos ficcionais da cultura pop.

Ultraman (1966), um clássico absoluto.


Em 2021, a série do Ultraman original completa 55 anos de lançamento e será tema de muitas comemorações e homenagens no Japão. Tendo estreado em 17 de julho de 1966, foi uma série de grande impacto, sendo referência até hoje para o tokusatsu (leia "tokussatsu"), que são os filmes e seriados japoneses de efeitos especiais. A produção era arrojada para a época e as histórias eram divertidas, com muita fantasia, humor e drama que capturaram o público japonês e em várias partes do mundo.


No Brasil, o primeiro Ultraman foi exibido rapidamente na TV Bandeirantes (atual Band), depois ficou muito tempo na antiga TV Tupi, migrou para a TVS/SBT, onde deixou de ser exibido no começo dos anos 80. Já nos anos 1990, foi lançado em fitas VHS com nova dublagem e foi parcialmente exibido na extinta TV Manchete.

Ultraman Nexus, Max, Tiga, X, Ultraman (original), Zero, Ginga e Victory.

Um universo em constante expansão.


Em breve, o icônico herói voltará à TV através do novo canal Loading, que já anunciou também a exibição de 10 séries da franquia Ultra, incluindo os igualmente clássicos Ultra Seven (1967) e O Regresso de Ultraman (1971), que também passaram no Brasil, 0btendo grande sucesso, principalmente na década de 1970. Fora essas séries, o Brasil também viu o Ultraman Tiga (de 1996) e vários filmes da franquia foram lançados em DVD/Blu-ray. No portal Crunchyroll, Ultraman Leo, 80, X, Orb e Geed foram exibidos, e Orb também está presente no Amazon Prime. O sucesso da série original gerou um universo gigantesco, com uma abrangente mitologia que é uma das maiores da cultura pop mundial, com dezenas de produções para TV e cinema, games, quadrinhos, shows e uma infinidade de produtos.


Recentemente, foi concluída a série Ultraman Z, exibida no canal oficial do estúdio Tsuburaya Productions no YouTube. Divertida, emocionante, rica em valores transmitidos nas histórias e com uma direção de alto nível, a série conquistou o público em vários países. Além disso, está em andamento outra série, a Ultra Galaxy Fight - The Absolute Conspiracy, uma verdadeira festa para os fãs hardcore de longa data.

A primeira imagem divulgada de Shin Ultraman.


O Ultraman original continuou aparecendo em muitas produções após sua série, mas sempre como convidado especial. O personagem, com uma abordagem diferente, irá ganhar um caprichado reboot cinematográfico em 2021, intitulado Shin Ultraman; sendo que o termo "shin", nesse caso, pode se referir a "novo" ou "verdadeiro".


Com um protagonista de aparência orgânica e mais fiel ao design original de Tohl Narita, o filme tem a missão de trazer o super-herói para um contexto mais realista. O roteiro é de Hideaki Anno (Evangelion), com direção de Shinji Higuchi, a mesma dupla que trabalhou em Shin Godzilla (2016), filme que conquistou o público japonês e não deixou nada a dever em relação ao Godzilla americano da Legendary Pictures. Com distribuição e coprodução da Toho Company, Shin Ultraman tem potencial para ser lançado mundialmente, e os fãs pelo mundo aguardam ansiosos a liberação do primeiro teaser trailer.

A versão blindada, vista em mangá e animê.


No Brasil, a editora JBC em breve irá retomar a publicação do mangá ULTRAMAN, baseado nos acontecimentos da série clássica e protagonizado pelo filho de Hayata, o hospedeiro humano do antigo herói. Essa versão serviu de base para o animê exibido na Netflix. Uma outra versão em quadrinhos, produzida pela Marvel Comics com o título The Rise of Ultraman, foi lançada recentemente nos EUA, com grande reverência ao material clássico.


Com a expansão da marca para sedimentar a conquista do público ocidental, novos lançamentos ainda serão anunciados. E à frente de tudo, um personagem cuja importância no Japão é similar à do Superman para o ocidente.


- Vídeo comemorativo para os 55 anos do primeiro Ultraman, com várias cenas da série clássica: