slider-1.png
  • Shock Wave News

Um livro que Fortaleceu a minha fé.

Por Tuanni Ramos



Se tem uma frase que eu possa usar para descrever a experiência de ler o livro Como a Igreja Católica Construiu a Civilização Ocidental (Vide imagem), é o título acima.

Em vários momentos, a leitura me pareceu pesada, e por vezes tive vontade de desistir da leitura pela dificuldade e pela profundidade de dados que o autor coloca em cada um dos capítulos. Mesmo que você não professe nenhuma fé, ou que você siga uma vertente protestante, não deveria se privar de ler esse livro, e mais, aposto o que for que você com toda a certeza passará a admirar nem que seja pela História, a Santa Igreja Católica Apostólica Romana.


A leitura desse livro me foi recomendada pelo meu amado esposo quando estava na universidade fazendo o meu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), e confesso que na época não havia dado a importância que esse livro realmente tinha. Usei-o como referencia em um dos trechos do trabalho por apenas ler um capítulo que se encaixava com o tema proposto, e percebo o quão tola fui de não ter lido o livro todo à época.

No livro, o Autor inicia caracterizando alguns pontos, descrevendo a Igreja como “indispensável” na construção da sociedade tal como a conhecemos de fato. Se você hoje amiguinho pode sentar-se numa mesa de um restaurante ou bar e pedir uma torre de chopp, saiba que até essa bebida você deve gratidão à Santa Igreja.


São colocados outros pontos com a Arte, a Filosofia, o Ensino nas Universidades (este que fora desenvolvido por primeiro nos conventos e seminários católicos), o Direito Ocidental, dentre tantos outros pontos, que tenho certeza, em muitos momentos você vai fechar o livro e render louvores à Deus por tantos Santos que passaram pela nossa história, assim como por tantos padres, religiosas, e leigos que souberam escutar a voz que gritava em seu peito na busca pelo Bem, pelo conhecimento para a prática de virtudes, bem como para se viver uma vida íntegra à Luz dos ensinamentos de Cristo.

Em um ponto do livro, Thomas E. Woods Jr descreve pontos (e posso dizer com toda a certeza que eu nem esperava) que refutam cirurgicamente críticas como a de que a Igreja é contra a ciência ou com a economia, etc.. Descreve como a Igreja forjou a moral ocidental durante séculos, para que pessoas “iluminadas” a jogasse na lama.


Por fim, coloco um trechinho desse livro, que com toda a certeza foi um dos melhores que eu já li, friso: antes de querer “salvar o Ocidente”, salve a sua alma e cuide de sua família assim você contribuirá muito mais para que valores da nossa sociedade sejam perpetuados por gerações.


“(...)você pode aspirar a ser um desses homens (Carlos Magno, Santo Tomás de Aquino, São Francisco de Assis) – um construtor da civilização, um servidor de Deus e dos homens, um missionário heroico - , ou então alguém centrado em si mesmo, obcecado pela ânsia de satisfazer seus apetites. A nossa sociedade faz tudo o que está ao seu alcance paraque você siga o segundo caminho. Seja você mesmo. Erga-se por cima da manada, declare a sua independência em face de uma cultura que pensa que você é tão pouca coisa, e proclame que quer viver não como um animal, mas como um homem.(Thomas E. Woods Jr)


Deus abençoe você.