slider-1.png
  • Amandaverso

VÍDEO: Ativista pró-Trump e Proud Boys são esfaqueados pelo Black Lives Matter em Washington.

Em clima extremamente tenso nos EUA, quatro pessoas são esfaqueadas nesta madrugada (04/11) em Washington. O líder dos Proud Boys, de extrema direita, disse que foi uma das quatro pessoas esfaqueadas por membros do grupo terrorista Black Lives Matter, na manhã desta quarta-feira (04) em Washington.



Segundo Tarrio, eles estavam indo embora do local quando viram um homem mais velho sendo esfaqueado por membro do BLM e decidiram ajudar. O líder dos Proud Boys disse ainda que os ferimentos "são graves, mas não representam risco de vida."


"Estávamos ajudando um cara que estava sendo esfaqueado por dois homens negros e uma mulher. Bevelyn(ativista pró-Trump) foi esfaqueada, bem como dois Proud Boys e o cara que eles estavam atacando. Eu fui cortado, mas não é sério. Estávamos caminhando para nossos carros", explicou Tarrio ao Gateway Pundit. O ataque foi registrado em vídeo pelo ex-vice-presidente da Latinos For Trump. "Acabamos de ser atacados pelo Black Lives Matter e eles esfaquearam Bevelyn Beatty", disse Loh em seu vídeo, mostrando um rastro de sangue na calçada. Momentos depois, Loh vai até um dos homens atacados pelo Black Lives Matter e se assusta com a quantidade de sangue:"Oh Meu Deus, você tem toneladas de sangue saindo do seu pescoço!" Loh acredita que o alvo era Bevelyn Beatty - uma mulher negra que viralizou ao jogar tinta sobre o mural do Black Lives Matter em frente à Trump Tower. "Se não fosse pelos três ou quatro Proud Boys que estavam lá, ela teria sido esfaqueada e espancada de forma realmente brutal" A polícia confirmou a versão dos Proud Boys e procura agora dois homens de preto, bem como uma mulher vestindo calça de moletom preta, leggings laranja e um casaco cinza escuro, todos "armados com uma faca." Até o momento nenhuma pessoa foi presa.


VÍDEO DO ATAQUE:



*Com informações de The Gateway Pundit e The New York Post.