• Lucas

VAR prejudica os hermanos





E lá vamos nós. Todo dia é dia de VAR destruindo o futebol por pura imbecilidade. Tudo bem que toda desgraça pra argentino é pouca e é sempre bom ver a seleção deles rodando. Mas a situação foi muito ridícula e não dá pra deixar passar.


Na noite desta quinta-feira, 12 de novembro de 2020, tivemos o duelo entre Argentina e Paraguai, válido pelas eliminatórias sul-americanas. O jogo terminou com o placar de 1x1, o que fez com que os hermanos perdessem o 100% de aproveitamento e, caso a seleção horrível de Tite vença a pior ainda Venezuela, o Brasil assume a liderança isolada na classificação.


Em mais uma atuação fraquíssima, a seleção argentina encontrou problemas contra o limitado Paraguai. O jogo estava 1x1 e, aos 15 minutos do segundo tempo, Lionel Messi virou a partida. Depois de 2 minutos comemorando um gol que parecia óbvio, a transmissão focou no árbitro, o brasileiro Raphael Claus, que se dirigia ao monitor do VAR. Ninguém entendeu nada, até que a TV compartilhou a imagem da verificação.


Houve um lance no meio do campo que pareceu faltoso. Uma roubada de bola da Argentina e que, 30 segundos depois, resultou no gol. Pela demora na revisão já deu pra notar claramente que o árbitro ficou em dúvida se foi falta ou não. Sendo justo, houve sim o contato e a falta deveria ter sido marcada. O problema é que a bola rodou, rodou, foi pro lado, pro outro, até que a seleção argentina achou o espaço e marcou o gol. Não tem cabimento anular um gol por causa de um lance desse. É o tipo de situação que faz com que o VAR mate o futebol aos poucos. Conforme desenhei em meu artigo, a tecnologia deve ser usada em situações óbvias nas quais o erro influencia claramente no resultado da jogada. No jogo de ontem o gol saiu porque o time do Paraguai é horrível e deu espaço, ponto.


Por ironia do destino o árbitro que protagonizou essa imbecilidade é brasileiro. Em sua defesa, eu diria que qualquer árbitro sul-americano teria feito a mesma proeza.

Adicionar um título (1).png

© 2020 by  ShockWave Radio.

Faça parte de nossa Newsletter e receba as últimas notícias do Brasil e do Mundo